Highslide for Wordpress Plugin

“A Revolução do Amor”

201013_02“Sejam revolucionários”, afirmou, parafraseando o Papa Francisco, o bispo auxiliar e animador da Pastoral Familiar, Dom Antonio Augusto Dias Duarte, durante o 22º Congresso Arquidiocesano de Pastoral Familiar, que aconteceu neste sábado, dia 19 de outubro, no Edifício João Paulo II, na Glória.

O encontro, que teve como tema: “A Revolução do Amor”, fez uma reflexão sobre as palavras do Papa Francisco, durante a Jornada Mundial da Juventude Rio2013, sobre a importância de ir ao encontro das pessoas, de não ficar acomodado, mas encontrar meios criativos para evangelizar e transformar o mundo.

“O encontro abordou a necessidade de evangelizar especialmente os que estão fora da Igreja, alcançar os que ainda não conhecem ou estão distantes de Jesus. Esse é o nosso desafio”, afirmou a coordenadora da Pastoral Familiar, Maria José Trindade Moreira de Macedo.

Na parte da manhã, após a palestra de Dom Antonio, o padre Antonio José Afonso da Costa, autor do livro “Basta uma Palavra”, refletiu sobre a homilia do Papa Francisco, na missa de envio da Jornada.

À tarde, antes da celebração da missa de encerramento, três setores da Pastoral Familiar refletiram sobre as palavras da homilia do Papa Francisco na missa de Aparecida. O setor de Casos Especiais, que lida com casais de segundo vínculo, famílias com dependentes químicos e pessoas que passaram ou estão no Sistema Prisional, apresentou uma palestra sobre o tema: “Conservar a esperança”.

A reflexão sobre “Deixar-se surpreender por Deus” foi conduzida pelo setor Pré-matrimonial, que falou sobre “Namoro cristão”, enfocando as atitudes de um casal jovem. O pós-matrimonial apresentou o tema “Viver na alegria” e destacou a vivência dos casais recém casados.

A importância da família

O Congresso Arquidiocesano de Pastoral Familiar acontece tradicionalmente no terceiro sábado de outubro. Em 2014, o encontro deve acontecer no dia 18. Nesta segunda-feira, 21 de outubro, será celebrado o Dia Nacional da Valorização da Família. A data, criada pela Lei n. 12.647, de maio de 2012, tem o objetivo de chamar a atenção dos governos e da sociedade para a importância da família como instituição fundamental ao desenvolvimento humano.