Highslide for Wordpress Plugin

O crescimento da Comunidade Nossa Senhora Aparecida

2 O crescimento da Comunidade Nossa Senhora AparecidaA Comunidade Nossa Senhora Aparecida, que começou suas atividades em outubro do ano 2000, desde o último mês de abril está desenvolvendo suas atividades em uma nova casa, mais ampla e com uma estrutura mais adequada para abrigar as atividades dos grupos que lá se reúnem. O novo endereço é na Rua do Sol, 9, no Posto 12.
A mudança se fez necessária pelo aumento da participação da comunidade nas Missas e a chegada e integração de um crescente número de jovens.O antigo endereço onde funcionava a Capela, precisava passar por uma reforma para a construção de um banheiro e de uma sacristia. O espaço cedido, durante os últimos anos, pelo casal Orlando e Ivanilde, era a garagem de sua residência.
Para poder realizar esta obra, no final do ano de 2015, a comunidade passou a funcionar na Sala dos Surfistas, localizada na Praça Tim Maia, no Posto 12. Foram meses de muito trabalho. Todas as semanas era necessário, além de transportar o material para a obra, preparar o ambiente para a catequese, para a Missa e para a reunião do Grupo Jovem APM, no local que era público. Nesta ocasião, o Círculo Bíblico, a Novena de Natal, a Campanha da Fraternidade e o início das atividades da Pastoral das Criança eram realizados nos lares.
Mas os desígnios de Deus sempre nos surpreendem. E foi durante um dos encontros da Novena de Natal do ano de 2015, que o então coordenador Celso, ao chegar na residência da atual coordenadora Marilza constatou que aquele seria o lugar ideal para as atividades da Capela. Com a apoio e incentivo do Pe André, Marilza cedeu a sala de sua casa, a varanda e o quintal para a comunidade, até que seja possível construir, ali, uma Capela.
Na Comunidade são desenvolvidas diversas atividades tais como: o Terço, às terças-feiras, às 19h; o Círculo Bíblico, às quarta-feira, às 19h; a Catequese, aos sábados, às 10h e também aos sábados, a Missa às 19h e o Grupo Jovem às 20h30. Além disso, no primeiro sábado de cada mês, às 15h, ocorre a reunião da Pastoral da Criança.
Marta e Celso, os antigos coordenadores, contaram que para impulsionar as atividades da Capela precisaram seguir durante alguns anos, inspirados no lema “fé e perseverança”. Em 2012, quando começaram a trabalhar ali, constataram pouca participação da vizinhança no Círculo Bíblico e na Missa mensal. Criaram o hábito de convidar as pessoas para as atividades e todos os sábados dirigiam, com o apoio de alguns seminaristas, a Celebração da Palavra e uma vez por mês a Adoração ao Santíssimo.
Foi um período muito difícil, mas não desanimaram e, perseverantes, divulgavam as atividades da Comu-nidade através de panfletos, convites individuais, tele-fonemas e mídias como Facebook e WhatsApp, além de contatos com os jovens, preparação de tríduos de Nossa Senhora com palestrantes da Paróquia, entre outros meios.
Para Marta, o crescimento desordenado do bairro, a rotatividade dos moradores que moram de aluguel, a proximidade da praia onde um bom número de pessoas trabalham, famílias desestruturadas, moradores de rua, jovens descompromissados e o aumento de núcleos evangélicos são agravantes que dificultam o trabalho.
Em 2014, com o apoio da jovem Laysa, foi formado o Grupo Jovem Apaixonados por Maria (APM). A comunidade procura atender também às famílias carentes, encaminhando-as para os Vicentinos ou atendendo casos isolados com mantimentos e enxoval para recém-nascidos.
A mudança de local foi muito positiva para a Comunidade. No novo endereço está mais próxima dos que necessitam de conversão e o ambiente é arejado e preparado sempre com muito carinho. A coordenação já percebe um importante crescimento espiritual de um pequeno grupo que já se coloca à disposição da Comunidade. O espaço possibilita a já crescente participação dos adultos nas atividades e oferece espaço maior para as crianças da catequese e para as atividades da Pastoral da Criança. A comunidade também tem contado com o apoio e colaboração da Irmã Lurdinha, a quem consideram um exemplo de fé, humildade e vivência cristã.

* Artigo originalmente publicado na revista Recreio Católico de junho de 2016, acessível em http://imaculadarecreio.org.br/banca/recreio-catolico-junho-2016

Tags:

Os comentários estão desativados.