Highslide for Wordpress Plugin

O valor da família

Logo PFGrande é a importância da família para a construção de uma sociedade estruturada, saudável e equilibrada. A família continua sendo sem dúvida a base. Se a base for desestruturada, automaticamente estaremos construindo uma sociedade doente e desequilibrada.

A influência exercida pela família determina o estilo de uma sociedade. Infelizmente podemos observar uma sociedade com visões distorcidas, e a consequência disto é uma geração que não conhece o que é o amor, que não acredita nas pessoas, que não respeita o ser humano, uma sociedade desonesta, egoísta, individualista, que passa em cima de tudo e de todos para alcançar seus objetivos, mesmo que tenha que matar, roubar, mentir, extorquir.

Vivemos em uma sociedade que se intitula livre. Há jovens que dizem estar desfrutando de uma liberdade conquistada. Fala-se muito em direitos, mas esquecem dos deveres. Quanta falsidade. Com muita tristeza, observamos nossos jovens presos em suas emoções, em busca de preencher seus vazios interiores enveredam pelas drogas, vícios, prostituições, violências, roubos, assassinatos. Existe um grito abafado de socorro em suas gargantas, que não estamos sabendo discernir, e deturpados seus pedidos e não conseguimos entendê-los. Culpamos o sistema, o governo, os outros, mas esquecemos de olhar para a nossa grande responsabilidade neste processo.

Pais que dão tudo em termos materiais, mas não sabem dar a si mesmos. Não dialogam, não tem tempo de qualidade uns para com os outros. Fala-se muito de crianças abandonadas nas ruas, mas esquecem que as crianças estão sendo abandonadas dentro dos lares, entregues às babás eletrônicas que tem sido responsáveis pela educação dos filhos, estamos transferindo nossas responsabilidades de educarmos para a TV, internet, jogos eletrônicos, transferimos nossa responsabilidade de transmitirmos valores morais, éticos, sociais para a escola, para os professores. E depois não compreendemos o motivo que tem levado nossos jovens para o submundo dos vícios.

Enchemos nossos filhos com atividades, para que eles não tenham tempo de perceber nossa falta. Depois não entendemos o motivo que eles se tornam indiferentes a nossa companhia quando estão na fase de adolescência ou adultas. Pessoas egoístas reproduzirão filhos egoístas, individualistas. Casais que desaparecem em função dos filhos, casa onde os filhos não tem limites, fazem o que querem, mandam e desmandam.

É realmente caótica a situação que estamos vivendo, nos causa um certo temor, mas não podemos entregar os pontos, precisamos tomarmos posições, e cada um fazer a sua parte, para juntos construirmos um mundo melhor. Depende de mim e de você construirmos um futuro melhor. O melhor instrumento começa com o seu exemplo.

O tipo de treinamento que os nossos filhos obtiverem no lar, há de determinar o tipo de pessoas que eles serão no seio da comunidade, determinando o caráter deles. É no lar que se aprende o respeito pelo próximo, bons hábitos, amor, lealdade, honestidade. Se isto não existe dentro de sua casa, automaticamente não haverá na sociedade onde vivem.

O lar molda o caráter, pode dar o senso de segurança ou não, onde ajudará a criança desenvolver a sua personalidade. Famílias que sabem o valor da fidelidade primeiro com Deus e depois com o seu próximo, sabem o valor do respeito ao ser humano. Cada um fazendo a sua parte como investimentos na construção de famílias equilibradas, lares felizes, casais realizados.

Temos uma grande responsabilidade, e uma grande missão a cumprir aqui na terra. Precisamos não somente pregar o evangelho, mais do que isto, precisamos viver o evangelho. Evangelho que não traz transformação e mudanças de atitudes é uma mentira, uma hipocrisia. Família é um projeto de Deus. Ele foi o seu criador. E nós temos a obrigação de cooperar com Ele na sua preservação.

Por Salmo Diomar e Cássia Vilela

fonte:www.catolica-to.edu.br

 

Os comentários estão desativados.